15288966245888631

A vida moderna traz muitas praticidades e conveniênciasPorém, é preciso saber dosar e entender o que realmente causa bem-estar, e o que apenas oferece um prazer instantâneo, porém vazio, que leva ao vício e em longo prazo a frustração, ansiedade e depressão.

Não por acaso, esses hábitos modernos são os fatores que mais provocam dor de cabeça no mundo cotidiano, segundo a pesquisa O Futuro da Dor de Cabeça, realizada pela WGSN e encomendada por uma empresa farmacêutica.  Confira quais foram os 5 hábitos mais nocivos à saúde, vencedores em dores de cabeça.

1. Ansiedade:

O Brasil lidera o ranking mundial no assunto e tudo indica que a era da tecnologia e da internet acentua o quadro de urgência e dos sintomas que acometem o ansioso, como interrupções no sono, compulsão alimentar e problemas de concentração. Falta de ar, suor em excesso e tensão muscular também são típicos, e aumentam as chances de desenvolver dor de cabeça.

Como toda essa sensação de urgência é acentuada pela internet, é possível encontrar táticas para você se desconectar. Técnicas de respiração e meditação também podem auxiliar nesse “detox”.

2. Esgotamento:

Estar online durante todo o tempo, absorvendo todos os tipos de informações, produzindo a qualquer hora e lugar, levam ao esgotamento. A sobrecarga é responsável por criar uma cultura de distração, na qual tentamos prestar atenção em tudo, mas não conseguimos estar concentrados em nada.

A dor de cabeça é apenas um sinal de quando é a hora de dizer BASTA. Para isso, é preciso avaliar prioridades, se é realmente necessário responder aquele e-mail na madrugada, ou se não está perdendo tempo demais nas mídias sociais.

3. O tribunal inquisidor da internet:

Cada vez mais as informações falsas e as opiniões extremistas ganham força na internet, causando stress, conflitos e até problemas de autoestima e aceitação. Para fugir desse “tribunal               inquisidor”, busque sempre ampliar o conhecimento, inclusive fora do mundo da internet, criando um senso-critico mais afiado e, principalmente, um auto senso-critico, aberto à receber e respeitar diferenças, evitando assim uma baita dor de cabeça.

4. Autoexigência:

Muitas vezes a internet mostra o mundo ideal, como se as pessoas vivessem em um comercial de margarina, e é natural que tenhamos a sensação de que “a grama do vizinho é sempre mais verde”.

O grande problema é que a cultura do perfeito causa uma auto exigência, impossível de atingir, e com isso vem a frustração e a dor de cabeça. Para lidar com esse mal moderno, é imprescindível ter uma boa dose de amor próprio e satisfação com o que se é.

5. Barulho:

Mesmo que não se perceba, a vida moderna é repleta de ruídos que aumentam sua cefaleia: buzinas, liquidificador, televisão, conversas altas. Mas por outro lado, o silêncio é encarado como algo negativo, dando a sensação de solidão e vazio. A meditação, a leitura e até mesmo viagens para locais mais isolados ensinam a contemplar essa maravilha que pode ser o silêncio.

0 comments

Responder