8_1080x608Posts_pasalix

Um estudo da Universidade de Tecnologia de Swinburne, na Austrália, indica que a solidão pode levar ao desenvolvimento de ansiedade social, depressão e paranoia.

Segundo a pesquisadora Michelle Lim, do Centro de Pesquisa Psicológica e Cerebral de Swinburne, é fácil confundir solidão e depressão, mas se tratam de coisas diferentes. Enquanto a solidão é um conjunto de sentimentos negativos que surgem a partir do isolamento social, a depressão afeta como a pessoa se sente no geral.

A pesquisadora defende que não fomos desenvolvidos para sermos solitários e por conta disso, a pessoa solitária tem mais chance de ter depressão, ansiedade social e paranoia. Isso pode se desenvolver em questão de meses. Um aplicativo esta sendo desenvolvido para auxiliar pessoas que se sentem solitárias e possuem potencial depressivo.

Mas para – evitar o dano à saúde mental, algumas dicas mostram o que uma pessoa solitária pode fazer:

– reconheça a solidão e entenda que é um sinal para fazer algo diferente do que você geralmente faz;

– tente interagir com os outros de forma positiva, incluindo comidas saudáveis, exercícios e ar fresco;

– mostre linguagem corporal positiva e tente se interessar pelo que os outros falam;

– consulte um terapeuta ou converse com alguém de confiança, não deixe aquilo que te faz mal te consumir.

Recomendados

“Quem canta os males espanta” – Musicoterapia
Leia mais...
Ansiedade e baixa-autoestima: como controlar?
Leia mais...
Estudo comprova a relação entre a depressão e o sono ruim
Leia mais...

0 comments

Responder