03_capa_pasalix_pi.png

A ansiedade causa prejuízos extremamente amplos, entre eles, as alterações de peso indesejadas. Há circunstâncias em que a ansiedade engorda, e outras em que a ansiedade emagrece, e ambos são consequências ruins.

O mais comum é que a ansiedade cause o ganho de peso por causas variadas, mas são especialmente causas hormonais, alimentares e comportamentais.

O desgaste da ansiedade se faz notar não só no humor, mas também no sistema endócrino. Os altos níveis de estresse provocam um aumento na produção de cortisol, conhecido como hormônio do estresse. O cortisol leva a acumular reservas de energia, que se dão na forma de gordura, sobretudo na região abdominal.

A ansiedade também provoca um aumento no apetite e leva a buscar alimentos com altas concentrações de açúcar e carboidratos simples provocam um alívio momentâneo das desagradáveis sensações de ansiedade, de modo que há um prazer momentâneo.

Após a ingestão desses alimentos, muitas pessoas experimentam uma sensação de culpa, de modo que o alívio momentâneo só serve para piorar o estado psicológico, o que em seguida provocará ainda mais desejo por alimentos doces e calóricos. Dessa forma, a ansiedade engorda também através de um ciclo vicioso de alimentação calórica desnecessária seguida de culpa.

Outro fator que provoca o ganho de peso, é que muitos ansiosos experimentam uma sensação de apatia, de modo que não possuem nenhuma vontade de realizar quaisquer atividades. Além disso as refeições são feitas normalmente com muita pressa e rápido demais. Dessa forma, a sensação de ansiedade demora a vir, e a pessoa acaba comendo mais do que deveria.

Recomendados

A insônia pode causar depressão e ansiedade?
Leia mais...
Quais fatores são causadores da insônia e ansiedade?
Leia mais...
Como manter a calma para a prova do Enem?
Leia mais...
Malefícios das redes sociais
Leia mais...
Alimentos que podem piorar a ansiedade
Leia mais...

0 comments

Responder