Autor: Pasalix® _ Pasalix®Pi

1_Capa_pasalix_pi.png

Aquele que nunca se sentiu ansioso e atacou a comida, que atire a primeira pedra. A alimentação, portanto, é encarada por muitos como um “escape” das situações de ansiedade e essa atitude, muitas vezes, pode ser tornar um tiro no pé, principalmente no que se refere à saúde.

O Brasil é o país com maior taxa de pessoas com transtorno de ansiedade no mundo, paralelamente, nos últimos dez anos, o índice de obesidade entre os brasileiros aumentou 60%, segundo Ministério da Saúde. Portanto, não é difícil imaginar que a ansiedade e a obesidade estão interligadas.

O grande problema é que alimentos ricos em carboidratos simples, como farinhas e açúcares, fornecem uma sensação de prazer quase que imediata, pois além de agradarem ao paladar, fornecem energia rapidamente.

Determinados alimentos são capazes de fornecer uma sensação de prazer quase imediata por conta do neurotransmissor serotonina, muito relacionada ao humor, depressão e bem-estar.

Por isso, é imprescindível que o individuo adote um condicionamento alimentar, que diz respeito aos hábitos alimentares e escolhas saudáveis dos alimentos. Por exemplo, alimentos ricos em aminoácido triptofano, presente em chocolate amargo, peixes, ovos, leguminosas, nozes, linhaça, aveia e arroz integrais, são saudáveis que auxiliam na construção do serotonina.

Portanto, fazer escolhas inteligentes podem ser a chave no combate à ansiedade, e ainda ajudar a emagrecer!