5_capa_pasalix_pi.png

A ansiedade é uma condição cada vez mais comum em nosso dia a dia, que nos retira do centro de controle e provoca um completo desequilíbrio. A falta de tempo para descansar e o estresse da vida moderna é uma realidade e por isso, temos que utilizar recursos que diminuam a ansiedade.
Seja no trabalho, nos relacionamentos pessoais, no trânsito e em situações caóticas ou de crise, alguns exercícios podem realmente salvar o seu dia. Veja dicas de como se acalmar.

1 – Respire!
O ritmo cardíaco é o primeiro a sofrer com os efeitos de uma situação de nervosismo e ansiedade. O aumento dos batimentos pode ser controlado através da respiração, da mesma foram com que ela aumenta a concentração de oxigênio no cérebro. 
Para diminuir o ritmo dos batimentos e melhorar a oxigenação deve-se inspirar profundamente com o nariz e segurar por alguns segundos, repetindo o processo algumas vezes, prestando atenção aos movimentos do diafragma. Após isso, pare um pouco para “ouvir” seu ritmo cardíaco, já funcionando com mais calma.

2 – Contagem regressiva
Em vez de contar até 10, experimente contar até 60, olhando para cima. O exercício ajuda a relaxar porque tira o foco da causa do nervosismo para uma simples distração, que é a contagem. Olhar para cima, estimula o sistema nervoso porque ajuda a diminuir a pressão arterial, controlando os batimentos cardíacos e, por consequência, controle da ansiedade.

3 – Busque uma distração
Durante uma crise de pânico, caso possível, busque uma distração imediata. Leia o trecho de um livro, ouça uma música ou navegue na internet atrás de notícias boas e que proporcionem prazer. Tirar o foco do problema ajuda a relaxar, para que depois, com calma, sejam encontradas as soluções com mais clareza.

4 – Alongamento para relaxar
Outro efeito da ansiedade e tensão no nosso corpo é a contração muscular involuntária, principalmente nos músculos localizados atrás do pescoço, nas costas e pernas. Alguns exercícios de alongamento realizados lentamente ajudam a relaxar os músculos, levam à distração e à sensação de prazer.
Movimentos circulares com o pescoço, tornozelos e pulsos, e até mesmo uma boa espreguiçada aliviam a tensão da musculatura, e podem ser realizados em qualquer lugar.

5 – Objetos para exercitar o relaxamento
Uma simples bolinha de borracha, ou um acessório de massagem portátil são objetos que podem andar sempre na bolsa, permanecerem no carro ou na mesa de trabalho.
No momento de tensão, apertar repetidamente uma bolinha de borracha tira a atenção do estresse e é uma forma de direcionar e “extravasar” a ansiedade no exercício.
Um massageador portátil também pode ser utilizado em alguns músculos que ficam mais enrijecidos nos momentos de tensão, como na nuca e ombros. Eles aliviam a musculatura e auxiliam na sensação de bem-estar.
 

1_capa_pasalix_pi.png

Atualmente, o sentido da palavra envelhecer vem se reinventando, já que mesmo as pessoas com idades mais avançadas têm a possibilidade de viver com mais qualidade, energia e saúde.

Um envelhecimento saudável está diretamente ligado à prevenção, ou seja, é o resultado de uma vida que aliou bons hábitos, alimentação equilibrada, prática de exercícios e controle de saúde nos consultórios médicos. Esses cuidados impõem não somente uma boa condição física e mental, como também propicia a inclusão social, transformando a imagem do idoso na nossa sociedade.

Com isso, observamos uma grande mudança com relação ao que seria o “tempo cronológico” dos indivíduos: atualmente encontramos jovens de 60 anos, 70 anos que desempenham as mesmas funções ou até mais atividades do que um “idoso” de 30. O envelhecimento ativo é significativo para prolongar o tempo de vida, com mais qualidade.

Confira algumas dicas para se preparar para um envelhecimento saudável:

  1. Exercite-se regularmente
  2. Exercite a cabeça e a memória
  3. Alimente-se bem
  4. Tenha uma vida social ativa
  5. Faça check-ups regularmente
  6. Durma bem
  7. Faça atividades que lhe tragam prazer
  8. Seja feliz