3_capa_pasalix_pi.png

A dificuldade para dormir atinge 45% da população mundial, porém mulheres acima de 50 anos representam o maior grupo de risco para a insônia. Pesquisas do University College e da Universidade de Warwick, localizada em Londres, foram quem trouxeram o alerta. Além das noites em claro, esse transtorno do sono traz diversas doenças para o organismo.

1_capa_pasalix_pi.png

Há uma série de sintomas que caracterizam os distúrbios do sono e, ao mesmo tempo, não existe uma receita simples para o diagnóstico desse problema. Dificuldade em adormecer (ou permanecer adormecido), sonolência durante o dia, dificuldades para emagrecer, comportamentos anormais durante o sono – como ronco e apneia – são alguns dos indícios de que há algo de errado com o seu descanso.