15444475470772781

Final de 2018 está aí, e com ele um ótimo momento para refletir sobre nosso último ano. Assim como a maioria de nossas lembranças, temos a tendência natural de puxar da memória os pontos negativos que vivemos ou que presenciamos. É uma opção que temos, focarmos neles, ou nas vitórias e sucessos que tivemos.

Quais foram as coisas boas que passamos no último ano? Será que comemoramos cada uma delas, ou ainda, será que demos o valor devido a elas?

A perseverança para ir atrás dos objetivos pode e deve andar de mãos dadas com a gratidão pelas vitórias menores de nosso dia-a-dia. Devemos ficar orgulhosos quando conseguimos levantar mais cedo para fazer aquela caminhada, ou quando trocamos nosso lanchinho por aquela comida saudável que você queria. Fique feliz por aquele tempo que pôde tirar para se esticar na cama no final de semana, ou que conseguiu passar brincando com seus filhos. Porque damos mais valor às lembranças negativas do que a todas essas lembranças boas?

Se seus planos foram frustrados de alguma forma, vale parar e avaliar o que pode ter acontecido para que isso eles não dessem certo. É algo que você poderia ter feito diferente? Aprendemos algo? Não desista, e foque naqueles planos mais importantes dali em diante. Com a bagagem cheia de lembranças boas, temos a energia necessária para perseguí-los.

0 comments

Responder