02_capa_pasalix_pi.png

De acordo com o Laboratório de Comunicação e Relacionamentos Familiares da Universidade Estadual de Utah, a maioria dos distúrbios familiares começa quando a comunicação diminui tanto em qualidade quanto em quantidade. Alguns dados sugerem que o Estranhamento entre pais e filhos afeta quase tantas famílias quanto o divórcio.

Ao restringir a comunicação verbal, não significa necessariamente uma indicação de estranhamento, mas para muitos jovens adultos, é o primeiro passo em uma nova tentativa que pode durar uma semana, um ano ou mesmo décadas.

Segundo analises, a distância física torna mais fácil para esses jovens manter um limite interno entre a presença e a ausência de sentimentos negativos ocasionados pelas interações com os pais, sejam por relacionamentos abusivos, ou para evitar frustração e desgaste interno que possam levar à uma ruptura total da relação.

Todas as famílias infelizes são infelizes à sua maneira, o que explica por que a experiência de um distanciamento familiar de uma pessoa é diferente da de outra pessoa, ao se entender essa dinâmica, apontam-se caminhos para a possibilidade de reconciliação, ou pelo menos reaproximação, em ambos os lados.

 

0 comments

Responder