03_capa_pasalix_pi.png

A tecnologia existe para nos auxiliar na vida moderna, mas, muitas vezes, é o gatilho para problemas que envolvem nossa qualidade de vida e bem-estar. O uso excessivo do celular, por exemplo, pode desencadear diversos distúrbios, entre eles, o transtorno de ansiedade.

O uso do dispositivo a toda momento, e para diversas funções, deixa vulnerável o sistema nervoso, que colabora para a produção de hormônios, como a adrenalina e o cortisol, e neurotransmissores, como a dopamina, que interferem diretamente no funcionamento cerebral.

A prontidão dos aparelhos acaba gerando um estresse em estar sempre conectado com tudo e com todos e isso acaba roubando nosso tempo e dividindo nossa atenção, gerando um acumulo de informações e atividades cerebrais.

Por isso, é recomendável que os usuários tenham limites no uso dessa tecnologia, focando nas reais motivações e sentidos pessoais do uso, bem como sua importância, benefícios e prejuízos.

 

Recomendados

Ansiedade: quando a aceleração dos pensamentos é problema
Leia mais...
Síndrome do pensamento acelerado
Leia mais...
Insônia: dorme mal ou é ansiedade?
Leia mais...

0 comments

Responder