04_capa_pasalix_pi.png

Pesquisadores chineses publicaram um novo estudo no jornal General Psychiatry, que indica que a regulação dos microrganismos do nosso estômago pode ser uma alternativa para tratar doenças como a ansiedade.

O caminho está no consumo de suplementos alimentares probióticos (produtos que contém microrganismos vivos) e métodos não-probióticos podem ser uma opção no tratamento.

Para isso, os pesquisadores analisaram a composição intestinal humana e descobriram que ela tem um papel importante na regulação das funções cerebrais. 52% dos estudos tiveram resultados positivos no tratamento da ansiedade quando a microbiota intestinal foi regulada.

Segundo os pesquisadores, isso ocorre devido a mudança na dieta, ou seja, fontes de energias diversas que obtiveram maior impacto no crescimento das bactérias.

0 comments

Responder