1_capa_Pasalix_agosto.png

Crianças também podem ter reações físicas e mentais associadas à ansiedade ou estresse.

Estar ansioso significa sentir-se preocupado, nervoso ou temeroso. Quando você se sente ameaçado ou em perigo real, a ansiedade age como um sistema de alarme para mantê-lo longe do dano. Todos nós experimentamos ansiedade às vezes e ela pode inclusive ser útil em determinados momentos.

Com as crianças não é diferente: elas têm medo e ansiedade com freqüência. Contudo, a maioria dos medos e ansiedades infantis são normais – muitas vezes decorrentes do processo de aprendizagem em cada fase – e é comum que desapareçam naturalmente. A ansiedade pode repercutir de maneira diferente em cada criança, de acordo com sua idade, capacidade de elaboração e a maneira como os pais conduziram a questão.

A ansiedade passa a ser um problema quando se torna disfuncional e impede a criança de realizar tarefas simples, como dormir, brincar com outra criança ou ir à escola. Nesses casos, pode-se falar em transtornos de ansiedade, os problemas de saúde mental mais comuns entre crianças e jovens – 20% das crianças apresentam ou apresentarão algum traço ansioso.

Veja como identificar a ansiedade na infância:

É importante ficar atento aos sinais da ansiedade e levar em conta a idade e a fase pela qual a criança está passando. O importante é estar atento se em quase todas as situações, seu filho reage de um modo “diferente” do esperado para a idade dele.

Seu filho pode estar ansioso se:

É muito tímido e tem dificuldade de socializar;

Sente muito medo, de forma irracional, mesmo sabendo que está seguro;

Faz muita birra e têm desvios de comportamento;

Regride a fases anteriores – começam a fazer xixi na roupa, por exemplo;

Tem comportamento como roer as unhas, ficar com a mão na boca ou mexe nos cabelos com frequência;

Mas atenção: não rotule seu filho, aluno ou qualquer criança sob seus cuidados de portador de algum transtorno. O diagnóstico só pode ser emitido depois de verificada a recorrência de episódios de ansiedade dentro de um determinado período. Caso seja observado qualquer desvio, convém procurar orientação profissional.

Recomendados

Praticar corrida pode ajudar na insônia
Leia mais...
7 passos para atingir a almejada calma e paz interior
Leia mais...
Série “Filmes que fazem bem para a alma” – “Nenhum a menos”, de Zhang Yimou
Leia mais...
Insônia: dorme mal ou é ansiedade?
Leia mais...

0 comments

Responder