7_capa_Pasalix_Novembro.png

Alguns filmes deixam o coração mais leve e uma enorme sensação de bem-estar no espectador, assim é o filme “Philomena”, Stephen Frears.

A trama conta a história de uma senhora irlandesa que, décadas após ter seu filho vendido para adoção por um convento, ganha a ajuda de um conhecido jornalista para descobrir o paradeiro do rapaz.

Apesar do enredo pesado, o que predomina é um tom leve e bem-humorado, tudo por conta da protagonista: uma mulher simples, ingênua e pouco culta que conquista o espectador pelo carisma e pela vivacidade.

O mais interessante é perceber as mudanças geradas pelo encontro dela com o racional, intelectual e introvertido jornalista, que demonstra maior interesse pelos traços humanos e pela evolução dos personagens do que pelas questões históricas, políticas e religiosas levantadas pela trama.

Entre o riso e o choro, o filme de Stephen Frears opta pelo primeiro, com sensíveis interpretações que retratam perfeitamente o humanismo das relações.

Recomendados

5 passos para deter um ataque de ansiedade
Leia mais...
Série “Filmes que fazem bem para a alma” – “As pontes de Madison”, de Clint Eastwood
Leia mais...
8 aplicativos para relaxar em viagens
Leia mais...
Série “Filmes que fazem bem para a alma” – “A voz do coração”, de Christophe Barratier
Leia mais...
Série “Filmes que fazem bem para a alma” – “A vida é bela”, de Roberto Benigni
Leia mais...

0 comments

Responder