FacebookAjuda

Agora é possível ajudar amigos e colegas que estejam passando por momentos de grande fragilidade emocional pelo Facebook. A rede social está lançando globalmente uma ferramenta que tem o objetivo de dar auxílio emocional às pessoas com dificuldades, visando evitar até casos extremos, como suicídio.

O projeto desenvolvido pelo Facebook, junto ao Centro de Valorização da Vida (CVV), leva em consideração que pessoas que estão passando por crises emocionais emitem sinais em suas publicações nas redes sociais.

Agora, ao perceber que o amigo postou uma mensagem com indícios depressivos ou que possam sugerir auto-agressão de qualquer natureza, o usuário pode

denunciar a publicação

na seta do canto direito superior da postagem. 

Em seguida o Facebook perguntará o que está acontecendo e a resposta deve ser

“Acredito que não deveria estar no Facebook”.

Após isso, aparece a questão

“O que há de errado?”

e o usuário poderá escolher a opção relacionada ao suicídio.

Dessa forma, o usuário em dificuldade receberá uma mensagem avisando que um de seus amigos está preocupado com ele, mas não identifica quem fez a denúncia. E ao mesmo tempo, oferece opções como: enviar mensagem a um amigo, conversar com um agente do CVV pelo telefone, chat ou ainda receber dicas do que fazer.

fbsuicidio1

fbsuicidio2

Especialistas acreditam que depressivos, potenciais suicidas, emitem sinais de alerta sutis na rede social e, com essa ferramenta, os casos de suicídio podem ser prevenidos. O CVV também terá seu trabalho ampliado com a contribuição do Facebook através da busca de novos voluntários.

O que mais posso fazer caso receba um pedido de ajuda? Segundo Carlos Correa, voluntário do CVV:

– Nunca diga que está sem tempo; pode ser uma oportunidade perdida de ajudar a pessoa

– Não comece a elencar coisas ruins sobre a própria vida, incitando uma “competição de desgraças”

– Não diga algo como: “Do que está reclamando? Você tem tudo para ser feliz”

– Uma atitude simples como convidar o amigo para fazer uma caminhada já pode ser de grande ajuda

– Crie um ambiente favorável para que o amigo possa se abrir, sugerindo um lugar privado e tranquilo, por exemplo

– Apenas escutar o que o outro tem a dizer pode ser suficiente

A Central de Ajuda do Facebook também tem páginas com dicas para quem está pensando em suicídio ou automutilação e para quem quer encontrar um serviço de combate ao suicídio.

Para conversar com um voluntário CVV, ligue 141.

FONTE: Portal G1 – 14/06

0 comments

Responder