insonia-sofrendo-pasalix

A insônia se caracteriza pela dificuldade de iniciar ou manter o sono. Esse é um problema enfrentado por muita gente, algumas vezes de forma esporádica, outras de forma crônica,  porém seu diagnóstico sempre é fácil de ser feito.

Existem diversos tipos de “insônias”, oriundas de predisposições genéticas, fatores físicos, biológicos, mentais, psicológicos e sociais. Ela também pode ser agravada por conta de outros distúrbios do sono, como a apnéia, síndromes das pernas inquietas, entre outros. Assim como pode ter causas na depressão, ansiedade, distúrbios hormonais e no uso de substancias e medicações estimulantes.

Aprenda a avaliar e refletir sobre sua insônia para que seja encontrado o fator desencadeador para o diagnóstico correto.

– Os episódios de insônia são frequentes e se arrastam por longos períodos (desde a infância ou adolescência)?

– Existe algum fator pontual que possa ter desencadeado a insônia? Como mudança de emprego ou conflitos de qualquer natureza?

– Como estão seus hábitos com relação ao sono? Adequados ou desregrados?

– Quais foram as substâncias e alimentos ingeridos antes de dormir? Fez uso de algum estimulante?

– Sofre com problemas como depressão e ansiedade?

– O ambiente em que dorme está agradável, arejado e escuro o suficiente de modo que favoreça o sono de qualidade?

– Sofre com outros distúrbios do sono?

Não hesite em buscar ajuda de um especialista para tratar a insônia e melhorar sua qualidade de vida!

 

0 comments

Responder