1_capa_Pasalix_Outubro.png

Conforme aponta um relatório global sobre transtornos mentais da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil já pode ser considerado o país mais deprimido da América Latina. Ele também ocupa a quinta posição ranking mundial.

Segundo as estimativas, quase um em cada dez brasileiros enfrenta problemas de depressão e ansiedade, que inclui a chamada síndrome do pânico, fobias, transtorno obsessivo-compulsivo e desordens de estresse pós-traumático, ansiedade social e ansiedade generalizada.

A OMS ainda destacou que os números refletem não só o aumento da população global, mas também seu envelhecimento, o que expandiu a quantidade de integrantes nas faixas etárias mais avançadas, na qual a prevalência de ambos os transtornos é maior.

No entanto, um dos dados mais intrigantes do relatório é o aumento da depressão entre os jovens, fenômeno que pode ter entre seus alicerces a popularização de novas tecnologias.

Outro fator que pode estar relacionado ao aumento do índice é a situação econômica, recessão e problemas de desigualdade de renda.

Recomendados

Estudo comprova a relação entre a depressão e o sono ruim
Leia mais...
Ansiedade pode estar nos genes!
Leia mais...
O uso de smartphones  aumenta a ansiedade
Leia mais...
Ansiedade e baixa-autoestima: como controlar?
Leia mais...
Internet, excesso de informação: ansiedade na certa!
Leia mais...

0 comments

Responder