Xô insônia

SeP-setembro-capa3.png

Um sono de qualidade é aquele que passa por todas as suas fases de maneira completa, sem ser interrompido e é assim que nosso corpo se recupera e o organismo se autorregula de maneira saudável.

Quando há algum distúrbio do sono, como a insônia, a qualidade de vida do indivíduo pode passar a ser prejudicada, com queda no rendimento, oscilações de humor, aumentando inclusive o risco para diversas doenças.

Por isso, quando a insônia se torna muito frequente e difícil de ser solucionada através de medidas de higiene do sono, é hora de procurar ajuda e buscar tratamento com profissionais. Atualmente, especialidades como neurologia, pneumologia, otorrinolaringologia e psiquiatria são as que mais atendem a população com problemas ligados ao sono.

Os profissionais devem fazer questionamentos sobre a lista de sintomas, e há quanto tempo a pessoa convive com o problema. Além disso, serão avaliados o histórico médico, problemas de saúde, medicamentos ou suplementos usados com regularidade. O profissional também fará uma análise da rotina, para entender os possíveis gatilhos do problema, assim como o padrão de sono e hábitos de sonolência diurna.

SeP-agosto2-post_01-capa.png

A insônia crônica traz muitas dificuldades diárias aos pacientes que não conseguem descansar da maneira devida. Além de afetar a produtividade e aumentar o risco de acidentes, pode ter consequências individuais graves, como doenças psiquiátricas e outras comorbidades ainda mais preocupantes e limitantes, como o desenvolvimento de doenças como diabetes, pressão alta e até mesmo aumento do risco cardíaco.

29_capa_pasalix_pi.png

A boa notícia é que a insônia tem cura. Porém, ela só pode ser alcançada com uma série de medidas a serem implementadas em curto e longo prazo, que abrangem mudanças no estilo de vida, adoção de rotina de exercícios físicos e terapias.