A meditação envolve técnicas que tem se popularizado graças aos casos crescentes de ansiedade e estresse. Ela se baseia no mindfulness (também conhecida como atenção plena) e estudos já apontam como ela pode ajudar quem sofre com esses problemas.

Estudos da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, abrangem 47 pesquisas que relacionam meditação e saúde mental. Pesquisadores perceberam que meditar pode sim ajudar em casos de ansiedade, depressão e até dor. Apesar de ser uma redução moderada, ela abrange múltiplas dimensões negativas do problema.

A explicação é simples: o ansioso é aquele que está sempre no futuro tentando solucionar problemas que ainda não existem e que possivelmente nem existirão. Através da meditação é uma forma de se colocar no aqui e agora, pois ajuda a tirar a mente das ocupações do futuro que são geradoras de ansiedade.

0 comments

Responder