Conteúdo recente

Cada vez mais estudos surgem para comprovar os efeitos concretos da meditação na saúde.

Um novo estudo feito na Universidade Johns Hopkins, Estados Unidos, mostra como meditar durante 30 minutos todos os dias ajuda a aliviar sintomas da ansiedade, depressão e dores crônicas. As conclusões foram publicadas no Journal of the American Medical Association (JAMA). Os cientistas avaliaram o impacto de diferentes formas de meditação sobre uma série de doenças, como transtornos mentais, insônia, diabetes, câncer e fibromialgia, problema que causa dores musculares crônicas.

O trânsito é um problema crônico das grandes cidades, fazendo com que a pessoas passem longas horas nos meios de transporte. Com tantas horas perdidas, temos uma queda intensa na qualidade de vida. Atividades de lazer, descanso, ou mesmo momentos que podem ser usados com a família, são deixados de lado na rotina.

Todos os valores, objetivos e hábitos do mundo moderno favorecem o aparecimento de quadros de ansiedade. A velocidade dos acontecimentos, a falta de tempo livre para realizar as atividades do dia a dia e a pressão pela conquista do sucesso acabam por gerar um sentimento de euforia em busca do inalcançável, ao mesmo tempo em que a frustração está constantemente presente. A ansiedade, junto com o estresse e a depressão, pode ser considerada um dos males do nosso século.